O meu cantinho!...

Não sou Poeta, não sou Professor, não sou Engenheiro e muito menos Doutor. Sou alguém que aprendeu a ser o que é, porque um dia me disseram que na vida o que realmente importa é ser eu próprio, confiar nos sentimentos e respeitar o que nos rodeia, ...as pessoas e ...o Mundo!

(Não é permitida a duplicação de partes ou da totalidade deste site sem a permissão do WebMaster)

» Ver dados pessoais «

segunda-feira, outubro 16, 2006

No Fontelo

Normalmente, quando vou a Viseu (sem ser em trabalho) o destino é quase sempre o Fórum ou as grandes superfícies comerciais, indo de cá para lá e de lá para cá mais ou menos ao sabor do vento, o mesmo será dizer ao sabor das lojas onde a esposa gosta de entrar, ou da existência ou não de miniaturas Hotweels, verdadeira paixão do meu filho. Desta vez, e porque se tratava de uma tarde solarenga decidi mudar de programa.
Enquanto esperava-mos pelo terminar de mais uma interminável reunião de Guias da AGP (Associação de Guias de Portugal - Semelhante ao Corpo Nacional de Escutas mas apenas para raparigas) na qual estava a esposa, consegui convencer o filhote a um passeio pelo Mata do Fontelo, com base na exploração do espaço e em possíveis aventuras em locais recônditos da mata ou na descoberta de uma mina abandonada... enfim, aquelas coisas que povoam a imaginação dos miúdos da idade do meu... e não só!
Assim calcorreámos durante cerca de duas horas (o tempo passou a voar) por caminhos, trilhos e ruas, a bela Mata do Fontelo. De tudo encontra-mos, desde pessoas a fazer o seu jogging, crianças a brincar num parque infantil todo modernaço, namoricos aqui e acolá, pessoas rodeadas pela natureza absorvidos pela leitura de um livro ou jornal, idosos simplesmente a passear, um jovem ciclista de btt mais arrojado que aparecendo do nada lá se dirigia a mais uma picada ou escadaria dando mais adrenalina ao seu "Down Hill", enfim praticamente de tudo, até um "Voyeur" quarentão escondido atrás de uma grande raiz a espreitar um par de namorados que ao ver-se descoberto, ficou com a cara como um tomate vermelho. Entretanto fui registando alguns dos lugares e pormenores que...

(Um trio de Medronhos, bem madurinhos)

Foto de CMatos (Um tronco muito "suigéneris")

Foto de CMatos (Outro que não fica atrás)

Foto de CMatos ("Túneis" naturais estupendos)

Foto de CMatos (E até uma capelinha, a pedir alguns momentos de refleção)

Foto de CMatos

... me foram saltando à vista. Existem por lá também alguns Pavões que circulam livremente passeando as suas belas caudas (que eu não consegui fotografar) e muitas e variadas espécies de aves que misturando os seus sons aos do marulhar das árvores ao sabor do vento, abafam completamente o ruído da cidade.

E foi neste ambiente, sentado num penedo observando as brincadeiras do meu rapaz que se ia divertindo a atirar bolotas e a testar alguns equipamentos do circuito de manutenção, que uma pergunta me assaltou a mente: Porquê a "nossa" Mata dos Condes não estar assim, arranjadinha e aberta ao público?

9 Comments:

At 16 outubro, 2006, Blogger pitanga said...

Boa pergunta Matos, que eu mesmo sem a conhecer por dentro já me fiz várias vezes.
Quanto aos "túneis naturais" são a minha paixão. Quero dizer também que essa expedição que fizeste com o teu rapaz, já a fiz com o meu há anos. APROVEITA!
abraços de segunda-feira

 
At 16 outubro, 2006, Blogger pitanga said...

Matos, gosto mesmo de vir aqui. É que conheço os lugares de que fala e me trazem boas recordações.
Sempre que puder virei aqui.

PS recebi e-mail. Aí como cá!

 
At 16 outubro, 2006, Blogger CMatos said...

Os espaços abertos, os montes, o ar livre, o silêncio, a noite, os animais... a natureza é uma das minhas paixões.

Obrigado pelas suas palavras e visitas, é que nos dias que correm, especialmente para mim, é bom saber que algo de mim vai servindo para alguma coisa!

Beijinhos

 
At 17 outubro, 2006, Blogger al cardoso said...

Quanto a sua ultima pergunta, creio que todos sabemos a resposta, e por ser propriedade particular.
Gostei de saber que nao e so o meu filho que adora as miniaturas "Hotweells".

Um abraco fornense.

 
At 17 outubro, 2006, Blogger Amaral said...

Belo post Matos. Parabéns. Além do excelente textos as maravilhosas fotografias.
O Fontelo merece não uma, mas muitas visitas é um lugar paradisíaco. A Mata dos Condes... é pena não estar aberta ao público, mas como é privado?...
Fica descansado que os teus "posts" servem muito a muita gente.
Não desistas.
Abração

 
At 17 outubro, 2006, Blogger Luna said...

Não há nada como a natureza para ganharmos energias para o dia a dis
beijinhos

 
At 17 outubro, 2006, Anonymous Anónimo said...

Bonito texto, como sempre. Mas a mata dos condes é privada...

 
At 18 outubro, 2006, Blogger Musician said...

Há coisas tão maravilhosas, tão inexplicáveis! Coisas da natureza!
Esse lugar deve ser, com certeza, um lugar assim! Pelas imagens adorei...
Tenho pena, realmente, que a Mata dos Condes não esteja aberto ao público!

Beijinhos*

 
At 21 janeiro, 2010, Blogger freefun0616 said...

酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店小姐兼職,
便服酒店經紀,
酒店打工經紀,
制服酒店工作,
專業酒店經紀,
合法酒店經紀,
酒店暑假打工,
酒店寒假打工,
酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店小姐兼職,
便服酒店工作,
酒店打工經紀,
制服酒店經紀,
專業酒店經紀,
合法酒店經紀,
酒店暑假打工,
酒店寒假打工,
酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店小姐兼職,
便服酒店工作,
酒店打工經紀,
制服酒店經紀,
酒店經紀,

,

 

Enviar um comentário

<< Home