O meu cantinho!...

Não sou Poeta, não sou Professor, não sou Engenheiro e muito menos Doutor. Sou alguém que aprendeu a ser o que é, porque um dia me disseram que na vida o que realmente importa é ser eu próprio, confiar nos sentimentos e respeitar o que nos rodeia, ...as pessoas e ...o Mundo!

(Não é permitida a duplicação de partes ou da totalidade deste site sem a permissão do WebMaster)

» Ver dados pessoais «

domingo, novembro 12, 2006

QC [1] - A Resposta

Amigo al cardoso, não havia pregos nem martelos nem foram usadas fitas de casca de giesta, e nem sequer havia um penedo no meio do ribeiro SU. De qualquer maneira obrigado pela participação, bem como à sempre presente pitanga e à amiga mikas.
A resposta é fácil e até muito simples, no entanto face ao fraco interesse revelado pelos apenas 4 comentários dos quais apenas 2 abordam de forma directa a questão, esta será apenas dada precisamente aos 4 participantes... por email. Se para o al cardoso e pitanga o respectivo já seguiu para a SU e mikas só seguirá se me enviarem o vosso endereço, caso assim o entendam.

Nota - A SU e mikas não têm link para as respectivas páginas só e apenas por não o terem mencionado no comentário deixado.

Adenda - Ok, existem "clientes" que ficaram chateados, por eu não ter aqui colocado a resposta ao Quebra-Cabeças... por isso eu poderei vir a colocá-la, mas só se pedirem muito, mesmo muito! Aguardemos...

Adenda à Adenda - Pronto, não pediram muito, mas o JL pediu e o JL é O JL. Não só pediu aqui (na net) como me foi pedir pessoalmente... e assim não tenho como recusar. Para o JL e para o resto do "cyberspace"...

Então temos uma ribeira de 3 metros e meio, duas pranchas de 3 metros e duas pessoas.
Uma delas coloca a sua prancha no chão fazendo com que cerca de 70 cm desta fique sobre as águas e coloca-se de pé sobre a parte que está em terra. A segunda pessoa avança pela prancha suportada pela 1ª e coloca a sua sobre a parte restante do ribeiro ficando assente mais ou menos 10cm de cada lado, e cuidadosamente atravessa. Já na outra margem, recolhe a prancha e invertem-se os papeis. Coloca a prancha de forma a apenas ter 70 cm sobre a água, prostrando-se em cima da parte que está em terra. A pessoa que ficou do outro lado, coloca agora a prancha assentado-a na margem e na prancha que parcialmente cobre o ribeiro, atravessando-o, não se esquecendo de retirar a prancha para que nada se perca.
E assim se atravessa o ribeiro.

3 Comments:

At 13 novembro, 2006, Blogger al cardoso said...

Bem haja pela resposta, eu nao entendi que as pranhas tinham so a largura do ribeiro.
Sempre pensei que fosse so para mante-las juntas para dar um pouco mais de largura a plataforma.
Temho que passar a ler com mais atencao.

Um abraco fornense.

 
At 15 novembro, 2006, Blogger JL said...

Eu sou um desses clientes. Faço um caminho para aqui na tentativa de aprender alguma coisa com a solução do problema e na hora da verdade... mandas o pessoal às urtigas ;-). Vamos lá a ser bom escuteiro, vá lá... Pronto, ok, eu peço: vá lá, põe a solução!

 
At 21 janeiro, 2010, Blogger freefun0616 said...

酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店小姐兼職,
便服酒店經紀,
酒店打工經紀,
制服酒店工作,
專業酒店經紀,
合法酒店經紀,
酒店暑假打工,
酒店寒假打工,
酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店小姐兼職,
便服酒店工作,
酒店打工經紀,
制服酒店經紀,
專業酒店經紀,
合法酒店經紀,
酒店暑假打工,
酒店寒假打工,
酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店小姐兼職,
便服酒店工作,
酒店打工經紀,
制服酒店經紀,
酒店經紀,

,

 

Enviar um comentário

<< Home