O meu cantinho!...

Não sou Poeta, não sou Professor, não sou Engenheiro e muito menos Doutor. Sou alguém que aprendeu a ser o que é, porque um dia me disseram que na vida o que realmente importa é ser eu próprio, confiar nos sentimentos e respeitar o que nos rodeia, ...as pessoas e ...o Mundo!

(Não é permitida a duplicação de partes ou da totalidade deste site sem a permissão do WebMaster)

» Ver dados pessoais «

sábado, fevereiro 11, 2006

Queimada Viva!

Foto da Capa do livro"Souad tinha dezassete anos e estava apaixonada. Na sua aldeia da Cisjordânia, como em tantas outras, o amor antes do casamento era sinónimo de morte.
Tendo ficado grávida, um cunhado é encarregado de executar a sentença: regá-la com gasolina e chegar-lhe fogo. Terrivelmente queimada, Souad sobrevive por milagre. No hospital, para onde a levam e onde se recusam a tratá-la, a própria mãe tenta assassiná-la.
Hoje, muitos anos depois, Souad decide falar em nome das mulheres que, por motivos idênticos aos seus, ainda arriscam a vida. Para o fazer, para contar ao mundo a barbaridade desta prática, ela corre diariamente sérios perigos, uma vez que o «atentado» à honra da sua família é um «crime» que ainda não prescreveu.
Um testemunho comovente e aterrador, mas também um apelo contra o silêncio que cobre o sofrimento e a morte de milhares de mulheres."


Este post é longo, mas por favor leiam até ao fim... ou então, leiam este livro.

Estou a ler este livro, arrepiante devo dizê-lo, que conta a história de uma jovem rapariga, igual a tantas outras, da Cisjordânia (e não só). Não tenho muitas palvras, para descrevê-lo, mas aqui deixo algumas passagens dele (só algumas).


"Sou uma rapariga, e uma rapariga … não deve erguer o olhar nem desviá-lo para a direita ou para a esquerda enquanto caminha, porque se os seus olhos se cruzam com os de um homem, toda a aldeia lhe chamará charmuta."

"Uma rapariga tem de estar casada para poder olhar em frente, entrar na loja do comerciante, depilar-se ou usar jóias. Quando uma rapariga ainda não casou, a partir dos catorze anos, como a minha mãe, a aldeia começa a troçar dela. Mas, para poder casar, uma rapariga tem de esperar pela sua vez na família. Primeiro a mais velha e depois as outras."

"…na minha aldeia nascer rapariga é maldição…"

"…o único sonho de liberdade é o casamento. Abandonar a casa do pai em troca da casa do marido e não voltar nunca mais, mesmo que seja espancada. Quando uma rapariga casada regressa à casa do pai é uma infâmia… e é dever da família levá-la de novo para o lar.
… no caminho, uma rapariga sozinha seria rapidamente assinalada, e a sua reputação e a honra da família destruídas."

"No banho …todas as raparigas se serviam da mesma água para se lavarem, apenas o meu irmão tinha o direito a água só para ele, e claro, o meu pai."

"Ela compra com o meu pai e dá um vestido às filhas. Quer se goste quer não temos de o usar… Ou era assim ou nada."


"…um tecido muito quente e que picava a pele. A gola era bastante alta e fechada… de mangas compridas. Muitas vezes o calor era sufocante, mas as mangas eram obrigatórias. Mostra uma nesga do braço ou de perna, e, pior ainda, um bocadinho do decote, era uma vergonha. Andávamos sempre descalças, nunca usávamos calçado salvo às vezes as mulheres casadas."

"Agarra-me pelos cabelos e arrasta-me pelo chão… bate-me enquanto estou de joelhos, puxa-me pela trança como se a quisesse arrancar e corta-a com as enormes tesouras da tosquia… gritar ou suplicar… só servirá para receber ainda mais pontapés…"

"Ele bate-nos com tanta força com a bengala que, às vezes, já nem consigo deitar-me, nem para a esquerda nem para a direita, por causa das dores… com cinto ou com bengala… éramos espancadas todos os dias. Um dia sem pancada não era normal."

"A lei dos homens era assim naquela aldeia. As raparigas e as mulheres eram com certeza espancadas todos os dias nas outras casas. Ouvíamos gritos aqui e ali, por isso era normal ser espancada… não havia outra forma de vida."

"O meu pai era o rei, o senhor todo-poderoso, aquele que possui, que decide, que bate e nos tortura… as suas mulheres fechadas, a quem trata pior que ao gado…
…o açúcar é precioso e caro, sei que se deixar cair uns grãos no chão, serei espancada…"

"Vejo a minha mãe deitada no chão em cima de uma pele de carneiro. Está a parir e a minha tia Salima está ao pé dela… Ouço gritos, os da minha mãe e os do bebé, e de repente a minha mãe pega na pele de carneiro e sufoca o bebé… vejo o bebé agitar-se debaixo da coberta e depois acabou. Não sei o que se passa em seguida… é só isso um medo terrível entorpece-me. Era uma menina que a minha mãe sufocava à nascença."

"A minha mãe é espancada muitas vezes como nós… às vezes tentava defender-nos quando ele batia com demasiada violência e então ele agredia-a, atirava-a ao chão, arrastava-a pelos cabelos… a nossa vida quotidiana era uma morte possível, dia após dia…"


Só quero acrescentar que o livro tem cerca de 200 páginas, e ainda só vou na página 25... Não acredito que haja algum Deus no Mundo que aceite, ensine ou autorize isto. Pelo menos Aquele em que acredito não!

71 Comments:

At 12 fevereiro, 2006, Blogger BlueShell said...

Fiquei todinha arrepiada...com os pêlos eriçados....
Beijo e bom Domingo...vizinho!
BShell

 
At 12 fevereiro, 2006, Blogger Musician said...

Sabes o que te digo: Obrigado!
Tenho este livro desde o Natal, mas nunca consegui arranjar "força" para o ler, mas depois deste post vou agarrar-me a ele!
Um beijo*

 
At 12 fevereiro, 2006, Blogger JL said...

Aterrador... Fico com uma vontade de ler e não ler o livro.

 
At 13 fevereiro, 2006, Blogger GreenSky said...

Ainda não li, mas quem leu diz que é um livro muito violento, que relata a nu todo o sofrimento de alguém que nasça mulher na sociedade muçulmana. Quanto ao Deus em que “acreditamos” , ele á igual ao que acreditam os árabes, os homens, como nós, é que utilizam o seu nome para fazerem o que eles entendem, na Europa também se cometeram muitos “pecados” contra as mulheres em nome de Deus…

Um abraço

 
At 16 fevereiro, 2006, Anonymous zuraças said...

Incrível! C
omo é possível haver seres humanos que são umas bestas tão grandes...

 
At 16 fevereiro, 2006, Blogger Zel said...

Vou ver se arranjo coragem para ler o livro, tenho medo é de começar, depois é como os doidos enquanto não acabar não descanso.

 
At 17 fevereiro, 2006, Blogger azurara said...

Meu caro Matos,
Um homem com a tua idade não se deveria deixar enganar pela propaganda imperialista.
É tudo mentira, pá!
Aquilo é a religião do amor, da liberdade e da igualdade, pá.
Livros como este não passam de tentativas para a desacreditar, pá.
É como aquele filme do rapazinho com o braço esmagado pelo peso do carro. Tudo montado, pá. O "executor" é um agente do imperialismo satânico disfarçado de crente, pá.
Topas?

 
At 17 fevereiro, 2006, Blogger Sulista said...

Não tem nada a ver mas para desanuviar,
tambem já tenho um logotipo do meu bloguito...ehehehehe

Bjs

 
At 20 fevereiro, 2006, Anonymous Anónimo said...

Já li o livro e ADOREI!

 
At 21 fevereiro, 2006, Blogger Sulista said...

Afinal já são 77 comentários...olarila !

Obrigada lá pela visita :-)

 
At 22 fevereiro, 2006, Blogger BlueShell said...

Onde andas????

BShell

 
At 02 outubro, 2006, Anonymous Anónimo said...

eu tou ler o livro para apresentarmos eu e uma amiga na disciplina de portugues... foi a minha amiga k disse k este livro era bom. entao eu komprei mas x fossem ver o meu livro iriam enkontrar em mts paginas marcaxoes de bolinhas k nao têm a mesma kor k as paginas...e sabem o k isso é?!...sao a marcaçao das minhas lagrimas k eu nao konsegui prender dentro dos olhos e akabram por molhar o meu livro. mas msm axim inda tou na pagina 30 e tal...e inda nao xeguei a parte mais horrivel...kuando ela e keimada...tb a maneira dela dizer komo e k o pai dela lhe batia faz-m lembrar os meus...mas eu ka vivo em portugal por exemplo agr a minha mae akabou d me bater de cinto inda tenho as marcas na minhas costas e nas minhas pernas a arder pus gelo as escondidas para ver x a dor abrandava mas ta dificil...e para foxex verem komo estas cenas horriveis nao x paxam so as mulheres dakela raxa...mas em td o mundo. kando tiverem filhos ou mesmo x ja tiverm nao lhes batao a sempre uma maneira de os ensinar e tentem perguntar o k eles sentem pk estao triste kando xegam a casa kom uma kara mais notavel (pela negativa)...pensem no k vox disse...xau
p.s nao m vou identificar nao ppk tenho vergonha mas xim k nao tenham pena d mim pk os meus pais na m batem komo os da Souad na tem nd a ver...eles tb so m batem pa i d mes a mes=) bejinhos

 
At 11 outubro, 2006, Anonymous Anónimo said...

eu fiquei bastante impressionada com o livro... como é que existem pessoas capazes de tanta crueldade.. eu li o livro num dia... com o livro aprendi a dar mais valor á minha familia.. leiam o livro para vrem k existem pessoas com problemas muito mais graves do k muitos dos nossos... amei o livro...

 
At 12 outubro, 2006, Blogger CMatos said...

Anónima de 02 de Outubro, lê o post e respectivos comentários que eu coloquei aqui (http://cmatos.blogspot.com/2006/10/comentrio-ou-desabafo.html)!

 
At 28 outubro, 2006, Anonymous Anónimo said...

Estava a busca de pessoas com o mesmo som ou meu nome, e desta forma tive acesso e conheciemnto do livro...simplesmente estou arrasada, sou descendente de árabe, mas meu pai foi o primeiro dos filhos brasileiros, desta forma ele teve outra forma de olhar a vida e outros costumes...graças a deus...

 
At 30 outubro, 2006, Anonymous Anónimo said...

Eu já li u livro keimada viva e axei 1a historia simplesmente aterradora...Mostra 1a realidade a que eu ñ tou habituada..Já senti na pele u k é ser espancada e ñ aguentar as dores d tao fortes que foram as panacadas,mx nc tive coragem d u contar..Esta historia é mais 1 exemplo dakilo k x paxa na sociedade contemporanea...

 
At 30 janeiro, 2007, Anonymous Anónimo said...

tenho 14 anos e este foi o primeiro livro que li na minha vida...nunca pensei que fosse tao chocante...em varias partes tive de parar porque mecheu muito cmg...cheguei a ter noites em que nao conseguia dormir e outras que nao conseguia para de chorar...apesar disto tudo adorei este livro...

 
At 02 fevereiro, 2007, Anonymous Anónimo said...

estive a ler o livro achei um livro interesante aconselha as pessoas a ler porque ele só falar de uma realidade k as pessoas desconhem nunca ninguém imaginou o k é estar no lugar da Souad só ela sabe o k sentiu.
mx só de pensar isso deixa-m arrepiada houve momentos k n li o livro de tanta maldade k ai encontrasse

 
At 09 fevereiro, 2007, Anonymous Anónimo said...

eu só tenho 14 anos e li este livro e percebi finalmente a palavra "sofrer", toda a gente acha que é infeliz e n pensa naqueles que realmente sofrem e que precisam de ajuda. Eu fiquei totalmente emocionada com este livro e incrivel. Nunca tinha visto nada assim. Eu gosto mt da minha vida!!!

 
At 15 fevereiro, 2007, Anonymous Anónimo said...

Gostava que me mandasse os excertos de queimada viva se fesse possivel(visto que nao da para copiar)e eu perciso de fazer um trabalho...obrigada
saralyma_3@hotmail.com

 
At 15 fevereiro, 2007, Anonymous Anónimo said...

estou neste momento a ler o livro, e não posso deixar de dizer que tenho ficado de veras chocada com a realidade vivida tanto por souad como por aquelas mulheres que tiveram a infelicidade de nascer no seio daquela sociedade. no fundo a vivência desta mulher têm-me ajudado a valorizar a minha vida e a agradecer a oportunidade que me foi dada de viver no país e na cultura em que vivo. tenho feito um esforço por levar fragmentos do txtos a todos os que me rodeiam de modo a incentivá-los a ler esta autêntica "história" de terror, de modo a leva-los a uma reflexão que os faça entender o quanto egoístas por vezes somos ao considerarmos problemazinhos bem mesquinhos em algo de muito sério e indissoluvél.

 
At 25 fevereiro, 2007, Anonymous marta ferreira said...

excelente livro! gostei imenso de o ler e recomendo!!

 
At 17 março, 2007, Anonymous Anónimo said...

ola em primeiro lugar quero dizer que li este livro e o acabei de ler talvez á uma semana, em segundo lugar adorei muito este livro fez me debruçar sobre determinadas coisas k se passam a minha volta.... fico feliz por alguém ter um blogger sobre este livro fico contente... aconselho a todos mesmo, a ler estes livros acreditem que muita coisa mudará nas vossas vidas... felicidades para todos....

 
At 17 março, 2007, Anonymous Anónimo said...

ola em primeiro lugar quero dizer que li este livro e o acabei de ler talvez á uma semana, em segundo lugar adorei muito este livro fez me debruçar sobre determinadas coisas k se passam a minha volta.... fico feliz por alguém ter um blogger sobre este livro fico contente... aconselho a todos mesmo, a ler estes livros acreditem que muita coisa mudará nas vossas vidas... felicidades para todos....

 
At 22 março, 2007, Anonymous Patrícia Soares said...

Ola... bem eu como ja outras tantas pessoas já li o livro e sinceramente não percebo como atrocidades destas ainda acontecem nos nossos dias... e as condições horrives que souad passou no hospital, para mim foi um tanto doloroso ler tanto sofrimento... tive que fazer a apresentação deste livro à minha turma o 11º B... e realmente fiquei emocionada pelo simples facto de eles pensarem assim igualzinho a mim... é sempre bom relembrar tudo o k se passa noutros paises para ver se se mudam essas atitudes! Também fico emocionada como em portugal crianças são maltratadas pelos pais... acho isso tão injusto...não sei como pais têm coragem de bater com o cinto... não sei mesmo... acho que isso devia ser denunciado, olha se alguma vez leres este comentario só te posso dizer uma coisa: pais são pais ate certo ponto, esses teus pais não te amam, não te querem, não têm respeito por ti, e akilo que somente tens a fazer é denunciar, ter força para o fazer, sei k vai doer mas é melhor isso do que um dia encontrarem-te morta ou assim... não achas? se eles não te respeitam, respeita-te tu a ti, ama-te...
Bem, despeço-me com um grande abraço a todas as pessoas que sofrem por maltratos e mt força

 
At 22 março, 2007, Blogger CMatos said...

Amigos e amigas...
Hoje, passado que está mais de um ano desde que coloquei este Post, tenho ainda bem presente e vivo este sentimento de revolta e angústia por um povo capaz de tamanhas atrocidades, e por um outro povo que aguenta tudo isto e MUITO MAIS em silêncio resignado e num ranger de dentes atroz!
É desumano de mais...
Fico feliz por tantos testemunhos sentidos aqui expressos, uns de desabafo, outros de revolta.

Este é sem dúvida um livro que TODOS deveriam ler e reler!

 
At 24 março, 2007, Anonymous Anónimo said...

n tnh por habito andar a comentar blogs...mas n sei apetexeu m komentar est... li esta pagina tda ate ao fim e...epah tou morta pa ler este livro... era soposto uma kolega minh mo emprestar antes do fim d semana e agr km as ferias povavelment so vou tar km ela dpois destas duas semanas... ando aki aflitinha pa poder ler este livro po isso e k vim kalhar a este blog pk ando a tentar saber mais sobre o livro... e pah dxkpa mas isto revoltou m, tda a gent teve ai a komentar o livro e tal e eu aki a lamentar m... pontos vou tentar ler o livro e dpois do ler vnh aki ao blog komentar... dxkpa a"invasao"...va vou indo... fikem bm (kero kntinuar a prokurar koisas sobre o livro)... fui...

 
At 11 abril, 2007, Anonymous Anónimo said...

Eu adorei o livro....gostei muito quando comevei a le-lo....mas quando chegou á parte do tomate verde,...apartir dai li o livro todo a chorar....a ultima parte entao é horrivel....ate no hospital ela teve tentativa de morte pela familia.....recomendo este livro a todos....é sem duvido um excelente livro para uma boa leitura.....ensina muito coisa....bjx

 
At 21 abril, 2007, Anonymous Helena said...

Foi o melhor livro que li até agora... foi como uma "leitura obrigatoria" apesar da escolha ser minha, pois é para um trabalho de português, mas posso dizer que amei o livro, e não me lembro que algum me tenha "prendido" tanto como este...


abraços*

 
At 21 maio, 2007, Anonymous Anónimo said...

Welcome to our website for you World of Warcraft Gold,Wow Gold,Cheap World of Warcraft Gold,cheap wow gold,buy cheap wow gold,real wow gold,sell wow gold, ...Here wow gold of 1000 gold at $68.99-$80.99 ,World Of Warcraft Gold,buy wow gold,sell world of warcraft gold(wow gold),buy euro gold wow Cheap wow gold,cheapest wow gold store ... gw gold

 
At 30 maio, 2007, Anonymous Anónimo said...

Este livro é fantástico...
Aconselho as pessoas a ler, principalmente as mulheres...
Está mulher é uma lutadora e sobretudo uma vencedora. Amei este livro...
Susana

 
At 10 julho, 2007, Blogger papanas said...

Vo ainda a meio, mas ja me arrepiei e ja chorei. (esto na Parte em k ela recebe ajuda a senhora, no hospital)

 
At 27 agosto, 2007, Anonymous tenho 14 anos said...

li o livro à pouco tempo e apercebi-me que ainda existem essas tradições, mas com muita pena minha porque axo k são tradições muito... pouco normais. Antes de ler esse livro não me o passava pela cabeça que certas coisas podexem acontecer

 
At 28 agosto, 2007, Anonymous Anónimo said...

o livro e mesmo arrepiante ainda pouco li mas ja foi o sufeciente so keria dizer k nao e deus k faz tais coisas pk deus e amor... mas sim estas pessoas mas e selvagens

 
At 10 outubro, 2007, Anonymous Anónimo said...

Nunca li este livro, mas conheco pessoas que ja leram...
Depois de acabar de ler estes excertos nao vou exitar em lê-lo, deve ser super arrepiante e violento...

 
At 11 outubro, 2007, Anonymous Anónimo said...

eu ja li o livro ha imenso tempo e sem duvida alguma é dos meus livros preferidos...é o tipo de livro k aconselho a toda gente pois ensina-nos a dar valor a tudo o k nos rodeia e principalmnt a nossa vida!exe livro relata um exemplo de força mas principalmente um pedido de ajuda,é preciso que deixemos de olhar apenas a nossa volta e fazermos algo de util por estas mulheres e por todos horrores que constatams diariamente pelo mundo fora...este livro mudou a minha vida e xpero muito sinceramente k tenha o msm efeito positivo nas vossas vidas e se querem realmente ajudar d alguma forma nao so aos outros mas a voces proprios entao comecem por ler o livro primeiro POR FAVOR!!!!!!!! adja

 
At 12 outubro, 2007, Anonymous Anónimo said...

grande livro e um grande livro

 
At 20 outubro, 2007, Anonymous xoninhs said...

ola...por acaso li esse livro há pouco tempo...li o em duas noites,adorei o livro de tal maneira k n parava de ler....é uma história impressionante e infelizmente verídica....abençoadas aquelas k conseguem safar se disso...

 
At 06 novembro, 2007, Anonymous Anónimo said...

wow gold cheap wow gold world of warcraft gold to our loyal reliable customers.

 
At 07 novembro, 2007, Blogger *Miss C* said...

oix....

Eu ja li esse livro há mto tmpo e agr tou a le-lo outravez... e leio as vexes q foram precisas pra perceber pqe aqilo tdo...

Eu sei q é mxm axim as culturas dles..

 
At 16 novembro, 2007, Anonymous Anónimo said...

tenho 14 anos e li este livro. Adorei... até hoje foi o livro de k mais gostei. axo k é uma maneira de mostrar as pessoas que o lêm o terror e sofrimento que algumas mulheres, infelizmente, ainda vivem. Recomendo vivamente a todas as pessoas.

 
At 29 novembro, 2007, Anonymous Anónimo said...

EU JÁ LI ESTE LIVRO E GOSTO DESTE TIPO DE LEITURA (RELATOS VERIDICOS).ATÉ HOJE FOI O LIVRO QUE MAIS ME MARCOU DENTRO DO GÉNERO. COMO É POSSÍVEL ALGUÉM NOS DIAS QUE CORREM PASSAR POR UMA SITUAÇÃO DESTAS.

 
At 29 novembro, 2007, Anonymous Anónimo said...

ainda na li o livro todo mas pelo o que tem aqui o livro deve ser muito enteresante mas tambem muito arrepiante porque tem la coisas muito más..coisas que nao se deve fazer a ninguem mesmo...

 
At 04 dezembro, 2007, Anonymous baby_kika said...

Eu quando começei a ler o livro odiava ler qualquer livro que fosse, começei a ler porque fui obrigada e acabei por escolher este, e sinceramente não me arrependo, agora adoro ler todos os livros deste tipo de literatura.
Este livro é muito forte mas alerta-nos para realidades diferentes da nossa, sinceramente aconselho a qem quer que seija a ler este livro porque irá perceber coisas que até então não percebu.

Kiss's

 
At 07 dezembro, 2007, Anonymous koruja said...

Acabei de ler hje o ultimo capitulo do livro, é algo de surreal, e que nos leva a crer que não possa existir uma realidade semelhante. Mas não é paralela a esta, nem tem o condão de surgir, num mero portal que intitulamos de imaginação.
É real com algum fuso horario diferente, mas neste extacto momento acontece!Impensável, e peturbador! Faz pensar que o nosso quotidiano, é o limbo!!!! Mas as vezes isso não chega....... somos insatisfeitos por natureza!!!

 
At 18 dezembro, 2007, Anonymous Anónimo said...

eu ja li este livro a bueeeessssssssss...... mas olha é muito triste sim, fikei aterrorizada, mas como sou viciada em leitura isto n me impediu de ler ate ao fim, até pk leio em um ou dois dias... o problema aqui é a culpa que tu pões em algo q nem seker acreditas...eu axo k tu deverias procurar perceber porquê q as coisas acontecem..axo k deverias peskisar. se peskisares encontraras uma resposta lógica, como aconteceu comigo

 
At 19 dezembro, 2007, Anonymous Katiana said...

Ola. precisamente hj terminei de ler este livro e gostei muito e tb fikei triste. Por saber o modo como vivem as mulheres muçulmanas. Serem submissas aos homens (tanto marido, pai e irmãos). Depois de ter sido usada sexualmente pelo vizinho(e ela de o amar) ela engravida e dps queimada viva. Depois te ter sido transportada pra outro pais, é que se ve que sempre a uma segunda xance, encontrou o homem que a amava e que a deu duas filhas que tb amavam elam. E dps de tudo q ela fez ao filho, o filho sempre a perdoou e tb amou as irmãs. São documentos bastante interessantes. E hj tambem começei a ler A Desfigurada. Depois deixo um comment sobre xte livro. Boas festas pra todos os internautas!!!

 
At 31 janeiro, 2008, Anonymous Sarah said...

Olá!!
Li o livro em exatamente 2 dias o livro mostra a realidade nua e crua desse país, há partes q vc fica extremamente chocado, outra em que sente um profundo ódio por aqueles homens, outras em q vc sente um tristeza imensa, a narração dela parece uma conversa direta com o leitor vc sente toda a emoção dela. Será q nem assim será possível modificar a realidade das inúmeras mulheres q passam por isso?? o livro nos faz refletir a respeito. Além desse há vários outros q mostram essa realidade tais como: A trilogia da princesa Sultana, Infiel e outros mais. A parte q mais me marcou no livro é a hora q ela encontra com o filho já adulto e a aceita, é extremamente emocionante.
Vale muito apena a leitura desse livro!!!

 
At 02 fevereiro, 2008, Anonymous Anónimo said...

O livro é simplesmente ESPECTACULAR! Amei o livro.. é aterrador mas mostra-nos que, por vezes, o que nós temos na vida sao simples questoes que podem ser resolvivas e nao sao problemas! Este livro retrata exactamente um grande e aterrador problema!
Aconselho a leitura a todos ;D

 
At 10 fevereiro, 2008, Anonymous Anónimo said...

ola :)
tamebm estou a ler esse livro , falta-me os ultimos três capitulos . e sim, é uma história verdadeiramente ma ! e só de pensar que souad ainda existe ... e por tudo aquilo por onde passou .

( aconselho o livro a muita gente, choca , mas e para algumas pessoas deste mundo verem verdadeiramente como sao as coisas )

 
At 06 março, 2008, Anonymous Anónimo said...

Tenho este livro a ja algum tempo, assim que o tive algo me despertou, li e não me contive, é realmente uma historia de coragem e de sofrimento que infelizmente ocorre diariamente :|
Um livro emocionante, e com linguagens que nunca pensei ler, nunca pensei que tamanho sofrimento ocorre quando num momento estou a esboçar um sorriso, quando algo de bom me acontece, há pessoas da minha idade a morrer por não fazer o que lhe pedem, ou apenas por se apaixonarem. Gostaria de ter contacto com elas, poder entender o que lhes vai dentro, o sofrimento que transportam a toda a hora, não consigo entender como nos tempos de hoje ainda há pessoas que são tratadas como premios, como animais, é realmente desumano :|

(16 anos --> Rita)

 
At 01 agosto, 2008, Anonymous Ana said...

Olá.

Li este livro quase sem parar. Li-o afincadamente e aterrorizada por
descobrir a forma tão horrível como tratam as mulheres naturais dos países Palestinianos... São tratadas abaixo de cão. Como é isto possível? E a polícia não faz nada para deter todos estes crimes, muitos deles escondidos dos olhares indescretos. Estes crimes são chamados "Crimes de Honra" mas eu chamo-lhes, antes, "Cobardia". Este é um livro que emociona, choca e cria em mim uma revolta tão grande.

Continuo a questionar-me de como é possível coisas destas acontecerem.

 
At 24 agosto, 2008, Blogger Lusasiática said...

Já li este livro...Achei muito violento,custa-me acreditar como à pessoas de cometerem tais crueldades...Por vezes questiono-me e gostaria k alguém me responde-se: Será que em pleno século XXI ainda existe pessoas com tal mentalidade e a praticar este tipo de crueldades???
Aconselho toda gente a ler este livro para compreender melhor o mundo que nos rodeia...

 
At 30 novembro, 2008, Anonymous Anónimo said...

Preciso de ler um livro para um trabalho de portugues. Disseram que este livro poderia ser interessante. Vim porcurar a internet e acho que dpois de ler estes comentarios e estes bocadinhos do livro, a primeira coisa que vou fazer amanha é ir comprar o livro.

 
At 16 dezembro, 2008, Anonymous Anónimo said...

Anonima...Chegei até este livro por acaso...sou uma pessoa q tenho dons extranhos desde de criança não sei o q são ou como defini-los...sei q antes de perder meu pai e ,eu primo em um acidente de carro...tive sinais e a própria visão do acidente sem q soubesse q seria com eles...o fato é q cheguei até vc pois sonhei(pesadelo) a noite inteira com uma mulher chamada aisha q tinha um irmão q parecia ser um engenheiro, neste sonho vi morte...fogo...espectros maus....coisas estranhas e horríveis...então vim pesquisar na internet e achei esta matéria...achei muita conhecidencia...não posso dizer meu nome...quero viver em paz e se eu pudesse escolher ou pedir um milagre queria nunca ter este dom...eu apenas sinto e vejo, mas naõ consigo evitá-las pois ver tudo de ruim q vai acontecer e não poder evitar ... pois não sei com quem, nem quando acontecer... é horrível!Já pensei em ir a padres e médicos mas não quero q ninguém saiba...não confio mais nos seres humanos religiosos de hoje...eles vivem cercados de ouro e luxo enquanto vejo nas ruas crianças sem alimento, drogadas etc...Seu livro é um sinal de tudo o q o ser humano é capaz!Fique em paz!

 
At 23 dezembro, 2008, Anonymous Anónimo said...

e um livro...este livro e espessial...ha pessoas que eu odeio....eu ademiro esta escritora...viveu uma vida muito ma...como e possival uma mae querer matar a propria filha so pela vergonha....vergonha e o que lhe fizerao...tenho um professora que eu nao gosto nada mas nao fazia nada disso a ela..se tivesse uma filha e que ficasse gravida ajudava....mas nao podemos dizer eu nuca a deixava pois nao se se deve dizer nuca...,muitos bjxx

 
At 05 março, 2009, Anonymous vania said...

olá olha tive que ler esse livro para a escola, gostaría que me desses mais informações ácerca das personagens (caracterização de todas elas)... é muito importante e urgente, adiciona me no msn e fala-me um pouko dele... grata pela tua compreensão....
vaniavsilva_91@hotmail.com

 
At 12 abril, 2009, Anonymous Anónimo said...

Bem eu tenho apenas 15 anos , e ao ler este pedaço posso-vos dizer que as lagrimas correram'me pela cara .. '
Ando ha muito tempo para comprar este livro , talvez por ter medo do que posso ezistir dentro dele . Mas depois do que li , sem duvida que o vou ler .
E des de ja dou os parabens a esta mulher , que sofreu , lutou e conseguiu vencer .
Beijinho *

 
At 01 maio, 2009, Blogger desconhecida said...

Estou actualmente a ler este livro porque a minha colega e amiga Anastácia Lopes da Costa, da Cavaleira, mo emprestou. Sempre ouvi falar neste livro, com imensa curiosidade. Infelizmente é um testemunho real e sofrido. Impossivel ficar indiferente. O livro está fantastico, recomendo vivamente...
Bjinhos..............................................

 
At 25 julho, 2009, Anonymous Anónimo said...

eu realmente gostei do livro,um caso veritico q deixou chocado muita gente q nunca imaginou tanta crueldade num homem,q cada um vem dar valor a sua vida porque enquanto murmuramos varias mulheres dessas estão a sofrer nas mãos desses demonios,mas tbm chorei por ver o amor de uma heroi,jaquelinne ajudar uma criança ver a sua morte chegar e sendo desprezada por todos,mas a sempre alguem no mundo q ta na terra pra cumprir o seu dever e fazer alguem feliz parabéns pelo livro e boa sorte a familia dessa guerreira

 
At 17 outubro, 2009, Anonymous Vânia Alexandra said...

É um testemunho incrivel e aterrorizador. Custa acreditar que, mulheres como eu, ou como tu, possam ser vítimas, a este ponto, de culturas incompreensíveis e ideias inultrapassadas.
Custa pensar que, tantas mulheres sofrem com este tipo de coisas, completamente inocentes, sem culpa de amar, ou de quererem ter uma outra vida.
Como é possivel que ainda haja estados e/ou países que permitam que as suas leis se imponham aos direitos humanos? Estamos a falar de civismo, de HUMANISMO!!!
De mulheres, que são pessoas, sao humanas...
Coisas como as q este magnifico livro relata, ainda hoje acontecem!!! Como é possivel?
há.de haver uma forma de ajudar estas pessoas: mas como?

 
At 23 outubro, 2009, Anonymous Anónimo said...

Ainda não li o livro, fiquei a conhece-lo através da minha stora de portugues e acreditem quando ela me falou do livro pensei que nao fosse tao interessante, mas, depis de ler este post podem ter a certeza que o vou ler.

 
At 03 dezembro, 2009, Anonymous Anónimo said...

ja li este livro e gostei muito. é impresionante a histria. essa gente n têm coração. como é possivel cometer uma barberidade dessa?! mundo dos loucos

 
At 26 dezembro, 2009, Blogger Andreia said...

Olá, já li este livro. É uma história arrepiante não é? Custa acreditar que esta história é veridica.
Mas apesar de tudo é bom para as pessoas que não conhecem a realidade de outros povos, outras tradições. é uma forma de refletirmos acerca do q vale realmente a pena neste mundo.

 
At 20 janeiro, 2010, Blogger susana maria barradas said...

Li este livro e não tenho palavras para expressar aquilo que sinto.Apenas sei que a natureza humana neste livro é retratada no seu pior e no seu melhor.E não se trata de estarmos no seculo21 e ainda se passarem coisas destas trata-se do seguinte:enquanto exixtirem seres (humanos) tudo é possivel...

 
At 21 janeiro, 2010, Blogger freefun0616 said...

酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店小姐兼職,
便服酒店經紀,
酒店打工經紀,
制服酒店工作,
專業酒店經紀,
合法酒店經紀,
酒店暑假打工,
酒店寒假打工,
酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店小姐兼職,
便服酒店工作,
酒店打工經紀,
制服酒店經紀,
專業酒店經紀,
合法酒店經紀,
酒店暑假打工,
酒店寒假打工,
酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店小姐兼職,
便服酒店工作,
酒店打工經紀,
制服酒店經紀,
酒店經紀,

,

 
At 14 fevereiro, 2010, Blogger Rodrigo said...

Eu li "A cidade do sol" pude sofrer com a cultura daquele povo, com o que o ser humano é capaz de fazer quando "lhe dão direito de fazer".
Meu sonho de consumo é ler O Queimada viva, mas está difícil de encontrar..aff
Eu encontrei pra baixar no 4shared....vou ler ( assim quando acabar O" caçador de pipas"....só literatura daquela região, rs)

 
At 24 junho, 2010, Anonymous Anónimo said...

EU GOSTAVA DE LER O LIVRO ..EU ACREDITO K E UMA HISTORIA VERIDICA MAS EU KERIA DIZER K OS ARABES NAO SAO TODOS IGUAIS NAO SE PODE JULGAR TODOS SO POR ALGUNS SEREM COMO SAO(SELVAGENS)... EU SOU CASADA COM UM ARABE E DAMO NOS SUPER BEM E ELE NUNCA ME LEVANTOU A MAO SEQUER.. E CLARO K EM CERTAS COISAS TEMOS MANEIRAS DE PENSAR DIFERENTES MAS RESPEITAMO NOS UM AO OUTRO. MAS EU ADORAVA LER O LIVRO QUEIMADA VIVA...

 
At 21 dezembro, 2010, Anonymous Anónimo said...

Ola eu fiquei arrepiada ao ler o resumo aqui!Se alguem tiver o livro e se quiser me emprestar eu agradesço,visto que nao o posso comprar no momento.Tenho outros livros que posso emprestar.Inreressados contactem-me
sterreis1@hotmail.com
Marister Reis

 
At 14 março, 2012, Anonymous Anónimo said...

É um grande livro arrepiante do princípio ao fim muito obrigada a está senhora por o ter publicado mais um grande livro que vai ter lugar na minha parteleira favorita recomendo sinceramente ameixa a história grande mulher grande lutadora parabéns

 
At 23 junho, 2015, Blogger Neusa Filipe Victoriano said...

Já li este livro por duas vezes e quando tiver oportunidade voltarei a ler. confesso que quando o faço, nasce em mim um sentimento de revolta, impotência, amargura e até choro de tanta raiva. é impensável que mulheres há que até hoje são tratadas pior que cão e sofrem caladas, carregam a dor de serem maltratadas e não têm onde recorrer para pedir auxílio.
De todos os livros que li, este foi o melhor e, me deixa mais alegre o facto de SOUAD apesar de todo sofrimento ter tido a sorte de encontras a felicidade.

 

Enviar um comentário

<< Home