O meu cantinho!...

Não sou Poeta, não sou Professor, não sou Engenheiro e muito menos Doutor. Sou alguém que aprendeu a ser o que é, porque um dia me disseram que na vida o que realmente importa é ser eu próprio, confiar nos sentimentos e respeitar o que nos rodeia, ...as pessoas e ...o Mundo!

(Não é permitida a duplicação de partes ou da totalidade deste site sem a permissão do WebMaster)

» Ver dados pessoais «

terça-feira, janeiro 31, 2006

Fome...


Empresa neo-zelandesa doa comida de cão para crianças do Quénia

«Uma das principais marcas de comida para cão da Nova Zelândia ofereceu 42 toneladas de alimento para animais para o Quénia, onde a fome está a vitimar milhões de crianças. A notícia foi avançada pelo jornal Nation, que dá conta também da recusa do governo de Nairobi em receber a doação.

De acordo com um porta-voz do governo queniano, o director dos serviços de saúde do país, James Myikal, disse que «por nenhuma razão se pode permitir alimentar pessoas com comida para cães».

A proprietária e fundadora da empresa Mighty Mix, Christine Drummond, conhecida na Nova Zelândia pelos biscoitos para cão que fabrica, já respondeu. De acordo com a responsável, o alimento em causa é muito nutriente, tem um sabor agradável, e a própria Drummond come os biscoitos todas as manhãs.»
Fonte Diário Digital
Reportagem completa aqui.

Esta notícia deixou-me muito confuso... por um lado a indignação que fica de se estar a oferecer comida para cães a pessoas como acto de caridade... e por outro o facto de se estar a condenar à morte tantas crianças ao não se poder "permitir alimentar pessoas com comida para cães". O que faria uma criança, como a da foto por exemplo, se lhe dessem um pacote dos tais "biscoitos" dizendo-lhe que não os podia comer por ser para cão?
Dependerá muito da qualidade e egiene dos ditos, mas ao que parece e sendo verdade que a Sr.ª Drummond os come... talvez seja um erro não aceitar a oferta. Talvez!

6 Comments:

At 01 fevereiro, 2006, Blogger TSFM said...

A mim não me repugan nada que os biscoitos fossem comidos pelas crianças, a avaliar pela notícia. Certamente que não morreriam de fome. Mas, que outras empresas (comida de gente) sigam este exemplo da Nova Zelandia.

 
At 02 fevereiro, 2006, Blogger Zel said...

Temos de reconhecer que, dar um passo como este não fica nada barato, pois só a logística de tal acto custa uma fortuna, e o povo diz " Quando há fome não há ruim pão?????? ao que parece não é o caso.

Como diz o amigo TSFM, um exemplo que devia ser seguido.

 
At 02 fevereiro, 2006, Blogger Bemsei said...

Se por um lado nos pode repugner a ideia de ter crianças a alimentarem-se de comida de cãp...por outro lado MAIS me repugne vê-las perecer^`a fome....

 
At 03 fevereiro, 2006, Blogger GreenSky said...

Eu, como moderador desse conflito, aceitava a comida para cão, vendia-a ao países ricos e com a nota comprava… um BMW, peço desculpa, comprava comida digna desse nome.

Um abraço

 
At 03 fevereiro, 2006, Blogger Terreiro said...

Sempre me disseram que com fome, não existe ruim pão.
Contudo e analisando rapidamente é um pouco fria essa atitude, mas … se os animais os comem, não morrem e se arranjarem outra embalagem, não vejo mal nisso … até porque hoje em dia, os nutrientes para os animais, são tão ou mais controlados que os alimentos para humanos.

Abraços

 
At 21 janeiro, 2010, Blogger freefun0616 said...

酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店小姐兼職,
便服酒店經紀,
酒店打工經紀,
制服酒店工作,
專業酒店經紀,
合法酒店經紀,
酒店暑假打工,
酒店寒假打工,
酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店小姐兼職,
便服酒店工作,
酒店打工經紀,
制服酒店經紀,
專業酒店經紀,
合法酒店經紀,
酒店暑假打工,
酒店寒假打工,
酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店小姐兼職,
便服酒店工作,
酒店打工經紀,
制服酒店經紀,
酒店經紀,

,

 

Enviar um comentário

<< Home