O meu cantinho!...

Não sou Poeta, não sou Professor, não sou Engenheiro e muito menos Doutor. Sou alguém que aprendeu a ser o que é, porque um dia me disseram que na vida o que realmente importa é ser eu próprio, confiar nos sentimentos e respeitar o que nos rodeia, ...as pessoas e ...o Mundo!

(Não é permitida a duplicação de partes ou da totalidade deste site sem a permissão do WebMaster)

» Ver dados pessoais «

segunda-feira, dezembro 19, 2005

Vergonha!

Foto enviada por um amigo
Poucas são as vezes que os afazeres me dão uma tarde de domingo para ir ao futebol. Este domingo (ontem) foi uma delas. E logo para assistir a um dérbi concelhio, entre o Santiago e o Moimenta na casa do Santiago e portanto na minha terrinha. Antes do jogo fui conversando com este e com aquele, que me diziam ser um jogo explosivo até porque o Moimenta não se podia dar ao luxo de sequer empatar, pois necessitava urgentemente de pontos, e de um estranho sentimento de vitória por parte das gentes de Moimenta, convictamente confiantes na vitória. Dizia-se também (e isto parece-me grave) haver equipas, clubes, associações que no Concelho são "...filhas da mãe..." e outras "...filhas da p...", já que a uns são atribuídos subsídios pagos a tempo e horas e a outros são apenas atribuídos. Já para não falar na maneira (diziam as bocas do povo) discriminatória com que são tratadas (as diversas associações), designadamente o Desportivo de Santiago. Muito mais por lá se dizia, pouco abonatório, diga-se, do bom-nome de quem (entidade) deveria pautar pela isenção e igualdade,… mas mais não me alongo.
Passemos então ao jogo. Desde muito cedo se percebeu que algo estava errado, e que o desfecho era previsível, a equipa de arbitragem não estava à altura de tão importante jogo, talvez por culpa da associação de futebol que sabendo tratar-se de um dérbi Mangualdense, com todas as rivalidades daí inerentes, atribui um árbitro que... é de Parada de Gonta, e segundo parece a vitória do Santiago levava a que a "sua" equipa fosse ultrapassada na classificação.
Erros atrás de erros, prejudicando sempre o mesmo lado, lá se foi arrastando toda a 1º parte sem golos e em que a mais flagrante oportunidade foi ao cair do pano e para Santiago. Com o início da 2ª parte voltou a escandaleira, agora ainda mais declarada, até que inevitavelmente o Moimenta marcou. Explosão de alegria para uns, explosão de raiva para outros. Muitos amarelos depois (desde a 1ª parte) invariavelmente para jogadores do Santiago, e alguns fruto de uma dualidade de critérios gritante surge o vermelho directo (este justo) que põe o Santiago com 10. É neste período que o Santiago cresce, e remando nitidamente contra 14 empata de penálti. Antes já teria havido um outro que o fiscal de linha assinala, mas que após discussão com o árbitro resolve "desassinalar". Meus amigos, a partir daqui (1-1) foi indescritível o que se passou por parte de 3 senhores(serão?) de verde e preto vestidos que já com o Santiago reduzido a 9 conseguiram empurrar (verdadeiramente) o Moimenta para o 2º golo já perto do final.
Com o final do jogo explodiu a indignação e os ânimos das gentes que sentindo-se vilipendiadas obrigaram os ditos a recolherem sob forte escolta da policia e dos "amigos".
Eu próprio vi-me obrigado a "segurar" alguns conhecidos para que a agressão pura e dura não acontecesse. Ao Santiago, resta agora esperar pelo castigo, fruto do relatório de um (custa-me chamá-lo assim) árbitro. Mas será que ninguém poderá (ou deverá) fazer um relatório para que este seja também duramente castigado?
O que se passou ontem no campo da Feirinha em Santiago foi uma VERGONHA! E ainda se fala da 1ª liga, investiguem estes campeonatos e verão...
Para a história fica: Santiago - 1, Moimenta - 2
Nota - A Foto foi-me enviada por um amigo sempre atento a estas coisas.

10 Comments:

At 19 dezembro, 2005, Blogger azurara said...

Não venho falar de arbitragem. Todos estamos fartos dessas escandaleiras...
Mas, quanto à história dos subsídios, a coisa não é linear.
O Santiago tinha um subsídio aprovado pela câmara, a pagar mensalmente, para disputar um determinado campeonato. Entretanto, subiu - inopinadamente - para outro escalão, ao qual a Câmara atribui um montante mais elevado. Só que a deliberação era para o primeiro subsídio, razão pela qual não podia ser pago o "devido". Então, foi proposta à direcção a assinatura do contrato-programa inicial, o que permitiria receber os valores inicialmente previstos, sendo que, posteriormente, fundamentando, se levaria à reunião uma proposta de revogação da deliberação anterior e uma proposta de atribuição do novo subsídio.
Só que, vá-se lá saber porquê, a Direcção recusou assinar.
Podes confirmar.
Abraço.

 
At 19 dezembro, 2005, Blogger CMatos said...

Obrigado pelo esclarecimento público azurara.
Confirmá-lo-ei assim que possa junto do Presidente da Direcção em causa.
E se me disserem o porquê dessa decisão, aqui será divulgado.

 
At 19 dezembro, 2005, Anonymous mocho said...

ah um clube sobe tem direito a mais.. mas a camara que cumpre rigorosamente as aprovações quer pagar o mesmo que pagaria antes...

AHHHH está certo. qual era o problema? fazia como é costume. pagava o novo valor e aprovava depois. não é costume?

 
At 19 dezembro, 2005, Blogger Musician said...

Sempre o mesmo problema do futebol!!! lol (:
Gostei de voltar a vir aqui ao teu cantinho. Beijinho*

 
At 20 dezembro, 2005, Blogger Sulista said...

ehehehehe....futebol...ai ai...é sempre um sofrimento ;-)

CMAtos,
um Santo Natal e um Feliz Ano Novo 2006 para si e sua família,
cheio de coisas boas!!!

Até breve,
Bjs

 
At 20 dezembro, 2005, Blogger Terreiro said...

O problema é sempre o mesmo!!!

Futebol, arbitragem e... subsídios!

Quanto ao dinheiro atribuído pela autarquia não deveria haver problema!!! O subsídio só teria que ser pago. E a CMM alterar o teor do subsídio, para então se fazer justiça.

Igualdade de tratamentos é fazer justiça a quem faz alguma coisa por esta terra! Infelizmente não tem acontecido.

Uns são filhos de um deus menor e a outros padrinhos não faltam.

 
At 20 dezembro, 2005, Blogger azurara said...

"... pagava o novo valor e aprovava depois. não é costume?"

Mocho, confundes tudo. E, para um homem da tua condição, é pena.
Estás, provavelmente, a aludir ao caso da adjudicação das obras do largo em Moimenta. E, para ti, adjudicar e pagar é tudo a mesma merda. Mas não é!

 
At 28 dezembro, 2005, Anonymous pensamento said...

a mim como àrbitro da AFV custa-me ouvir algumas das coisa que se diz aqui e em outros locais acerca da nossa reputação.
Mas vocês julgam que algum árbitro vai para um campo com o objectivo de prejudicar alguém?
Ainda por cima a equipa da casa.
Muitas vezes durante os jogos quando o público reclama tem jogadores que se chegam a rir para mim, porque sabem que o publico não tem razão nos protestos.
Agora não digo que estejamos livres de errar, meus amigos ninguém é perfeito:

 
At 29 dezembro, 2005, Blogger CMatos said...

pensamento, é claro que são "livres de errar" mas errar sempre do mesmo modo e para uma das partes já é duvidoso. Agora "...algum árbitro vai para um campo com o objectivo de prejudicar alguém? Ainda por cima a equipa da casa." essa é para morrer a rir. Não são todos, nem sequer a maioria (valha-nos isso) mas... olhe, pergunte por aí, fale com quem esteve cá neste jogo e tire as suas próprias conclusões. Esqueça é que é árbitro, para que estas sejam isentas.

 
At 21 janeiro, 2010, Blogger freefun0616 said...

酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店小姐兼職,
便服酒店經紀,
酒店打工經紀,
制服酒店工作,
專業酒店經紀,
合法酒店經紀,
酒店暑假打工,
酒店寒假打工,
酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店小姐兼職,
便服酒店工作,
酒店打工經紀,
制服酒店經紀,
專業酒店經紀,
合法酒店經紀,
酒店暑假打工,
酒店寒假打工,
酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店小姐兼職,
便服酒店工作,
酒店打工經紀,
制服酒店經紀,
酒店經紀,

,

 

Enviar um comentário

<< Home