O meu cantinho!...

Não sou Poeta, não sou Professor, não sou Engenheiro e muito menos Doutor. Sou alguém que aprendeu a ser o que é, porque um dia me disseram que na vida o que realmente importa é ser eu próprio, confiar nos sentimentos e respeitar o que nos rodeia, ...as pessoas e ...o Mundo!

(Não é permitida a duplicação de partes ou da totalidade deste site sem a permissão do WebMaster)

» Ver dados pessoais «

sábado, maio 13, 2006

Madeira líquida

Foto de CMatos
«Madeira injectável é um conceito algo estranho mas já real. É um material novo, produto de engenharia termoplástica, composto de lignina (um bio produto da indústria papeleira) e fibras (linho, sisal e cânhamo), portanto 100% natural e reciclável, mas com as características de um plástico. Ou seja, pode-se moldar em qualquer forma, mas não deixa de parecer madeira natural. Podem-se agora produzir todo o tipo de objectos até aqui fabricados em madeira, muitas vezes exótica, como mobiliário, bijutaria, brinquedos, painéis para automóveis, e até tacos para golfe que, se perdidos, poderão ser triturados com a relva cortada sem danificar a máquina. O produto é comercializado pela empresa Tecnaro, sob o nome de Arboform®
In Revista TempoLivre (Março 2006)

----------«« »»----------

A tradição … essa já não é o que era, e a partir de agora ao observar-mos uma bela peça de arte em madeira interroguemo-nos: Será que foi feita por um verdadeiro artesão com recurso à goiva, ao formão, à grosa, ao arco de pua, à enchó, à plaina ou até mesmo à navalhinha e depois aperfeiçoada com lixa após muitas horas de trabalho... ou apenas fruto de um molde industrial cheio do tal Arboform e feito em série?
“Perem” lá, agora reparo, aquela coisa, … o cânhamo, não é da família daquela planta… á pois é, prontos, tá visto, este produto vai fazer furor! Mas calma que não é bem a mesma coisa, bem sei e até me fui informar... ora vejam lá(aqui).