O meu cantinho!...

Não sou Poeta, não sou Professor, não sou Engenheiro e muito menos Doutor. Sou alguém que aprendeu a ser o que é, porque um dia me disseram que na vida o que realmente importa é ser eu próprio, confiar nos sentimentos e respeitar o que nos rodeia, ...as pessoas e ...o Mundo!

(Não é permitida a duplicação de partes ou da totalidade deste site sem a permissão do WebMaster)

» Ver dados pessoais «

sexta-feira, abril 30, 2010

Quem apagou a luz?

Fotos CMatos
Descubra as diferenças entre as duas fotos acima. A da esquerda foi tirada em 2008, a da direita a 29 de Abril deste ano (2010).

Já descobriu? Eu ajudo…

Estas fotos retratam a fachada da Capela da Senhora de Cervães à noite, que até à pouco tempo estava iluminada por holofotes e agora se encontra às escuras, porque esses mesmos holofotes foram desligados (e sem aviso prévio). Isto acontece não só na Senhora de Cervães, mas também em TODAS as capelas e Igrejas da Freguesia de Santiago de Cassurrães bem como de outras Freguesias vizinhas aparentando ser um apagão geral.
Porquê? Culpa de quem? Não sei bem, nem isso interessa agora, muito embora já haja algumas versões na boca do povo que importava esclarecer, a bem da verdade. O facto é que a EDP cortou a ligação.
Ok, antigamente (há muitos anos atrás) as capelas e igrejas também não estavam iluminadas e não veio daí mal nenhum ao mundo, estamos numa época de crise e é necessário poupar, compreendo, mas talvez houvesse (ou ainda haja) uma alternativa.
Tomemos por exemplo a Senhora de Cervães. A sua iluminação era feita com 4 holofotes mais 2 para iluminar a capela do Calvário. 6 Holofotes no total. Porque não desligar 4 desses holofotes e manter apenas 2 (1 para cada capela) e manter pelo menos as fachadas iluminadas? Já era uma poupança enorme. E se a estes adicionarmos os casos análogos das outras capelas e igrejas poder-se-ia reduzir bastante a conta da luz sem deixar completamente às escuras e à mercê do vandalismo o nosso património religioso
Vá lá, façam lá uma forcinha junto de quem de direito, para que possa ficar um (umzinho) holofote por capela/igreja o que mesmo assim representaria uma poupança a rondar os 75%.

O nosso património MERECE!

Etiquetas: , ,

2 Comments:

At 01 maio, 2010, Blogger Anita said...

Tens toda a razão e no poupar é que está o ganho :)

 
At 02 maio, 2010, Blogger PPN said...

Caro Carlos
A CMM já enviou uma carta aos párocos a comunicar o sucedido, que vai ocorrer a todas as igrejas e capelas.
É pena, pois é a segurança do nosso património que está em causa.
Quanto ao sacrário já soube que foi vendido pelo anterior pároco, numa altura que se precisava de dinheiro.

 

Enviar um comentário

<< Home